Completude incompleta

2012 tem sido um bom ano. Consegui a tão desejada vaga na faculdade que eu sonho há anos, voltei a fazer as coisas que não são só ficar final de semana em casa estudando, passeios leves e só aulas durante a semana.. Comecei cursos novos, to tentando me livrar de sedentarismo (vai chover canivete!), e to saindo bastante!!! Isso tudo me deixa feliz, sinto que estou fazendo coisas diferentes, sinto que estou em movimento. Mas, por outro lado, acho que deixei a desejar nos estudos. Não me cobro, afinal acabei de entrar na faculdade e foi uma luta árdua e muito estressante todo o processo do vestibular, sofri demais, e por isso no momento estou satisfeita em passar de ano.

Parece, então, que tá tudo bem, tudo certo. Não posso reclamar muito, realmente as coisas estão indo bem. Mas é que, sei lá, agora que posso aproveitar os feriados queria viajar mais. Mas é difícil, porque cheguei numa idade em que quase todos meus amigos trabalham ou tem outras prioridade e quase ninguém se dispõe a isso. Eu posso estar exagerando, mas é isso que vejo. Tentei duas vezes esse ano fazer viagens e no final foram frustradas, e eu realmente quero muito mesmo sair de São Paulo e ficar um pouco distante não só da cidade, mas de todas as coisas ruins dela. Quero ir para lugares mais silenciosos, com um cheiro verde e, no entanto, vejo ser cada vez mais difícil conciliar horários e interesses com meus amigos. Me pergunto se não perdi tempo de viver, aproveitar a hora certa de viajar, enquanto era mais jovem. Acho que é bobagem, afinal ainda sou jovem… Mas a sensação do tempo passar e eu não viver as vezes é tão grande que me consome, me deixa aflita. Olha só, é uma contradição interna… não disse agora pouco que estou saindo bastante esse ano? Pois é, anda assim me sinto muito presa! Não sei porque sinto isso, só sei que sinto… talvez seja algo da idade, não sou só eu que tenho essa impressão, mas como fazer para ela ir embora??

Talvez o único jeito seja se esforçando pra fazer o que quero,oras, viajar! Com o passar do tempo vou ter mais responsabilidades e mais dificil isso será.. mas faz parte da vida né? Queria não ter essas sensações de perda de tempo, mas já que tenho o único jeito é lidar com ela..

This entry was posted in Vida.

Deixe uma resposta