Todo sentimento

Engraçado… o amor é tema de milhões de músicas, poesias, romances, filmes… mas quem de fato sabe o que é? Parece ser necessário explicar algo que não se entende, que não é capaz de ser organizado em idéias lógicas, racionais…

Desisti de tentar explicar o que é amor, ou de me convencer de alguma definição. Amor é um sentimento nobre porque só é possível sentir, e quem sente sabe. Amor não se explica. Amor não é paixão. Amor é amor.

Hoje estou muito docinha porque sinto falta do abraço apertado e sincero, da risada das besteiras ditas e não ditas, dos beijinhos bobos, das ligações no celular sem hora e sem razão…  Apesar disso, ainda preciso ficar sozinha… e vou vivendo minha solidão, vivendo a falta do meu amor… se é possível isso ser possível…

“Preciso não dormir
Até se consumar
O tempo da gente.
Preciso conduzir
Um tempo de te amar,
Te amando devagar e urgentemente.

Pretendo descobrir
No último momento
Um tempo que refaz o que desfez,
Que recolhe todo sentimento
E bota no corpo uma outra vez.

Prometo te querer
Até o amor cair
Doente, doente…
Prefiro, então, partir
A tempo de poder
A gente se desvencilhar da gente.

Depois de te perder,
Te encontro, com certeza,
Talvez num tempo da delicadeza,
Onde não diremos nada;
Nada aconteceu.
Apenas seguirei
Como encantado ao lado teu.

Deixe uma resposta